sala10124_baseff_600x600Os Jogos Rio 2016 mal acabaram, mas o gostinho que ficou entre todos os cariocas é visitantes é de missão cumprida. Na verdade, bem antes, quando a abertura chegava ao seu final, o jogo já viraria tão rápido quanto a opinião da imprensa estrangeira. “Quem precisa de dinheiro com uma animação como essa”, foi uma das frases que circulavam nas manchetes horas depois.

Mas, calma. Os primeiros Jogos Olímpicos realizados na América do Sul trazem muito mais ensinamentos do que a capacidade de obras concluídas.

Para entender a (micro)dimensão do que estou falando, convido vocês a ouvirem o programa dessa semana e fazerem uma viagem do espetáculo para a vida comum (e às vezes monótona) de quem ficou por aqui tentando emplacar seus negócios e planos de dominação mundial.

Será que focar no longo prazo é melhor do que viver embriagado de produtividade? Será que precisamos pensar na cidade em que vivemos e em como nosso projetos podem modificá-la? Vem com a gente entender isso. E comentem ao final!