Como dar o nome para meu escritório de Design? Uso meu nome ou um nome fantasia? Um de nossos leitores mandou esta dúvida recentemente e eu passei alguns dias refletindo em como repondê-lo. Porque, se você for analisar existem escritórios de design estabelecidos que carregam em suas razões sociais, os nomes de seus criadores. E, em suas criações, a mesma chancela, o que muitas vezes deixa as equipes destes profisisonais fulos da vida ; ) Mas isso é outra história.

The Ubiquity of the Trademark
Creative Commons License photo credit: Lee Coursey

Por outro lado, neste nosso mercado mega pulverizado, muitos freelancers montam seus escritórios com nomes um pouco mais pomposos do que a média…o que, pode parecer um diferencial competitivo.

Mas não é

E daí me veio a resposta: a escolha é sempre a da transparência. Você alcançará a confiança de seus clientes quando, ao ser apenas um freela, mostrar que o é por escolha profissional e tende a evoluir no sentido de ter uma estrutura maior e que ele, o cliente, é o parceiro ideal nesta caminhada.

E, por outro lado, será um “XPTO Design” respeitado se mostrar que esta estrutura é o reflexo de sua experiência e empregos que gerou e por isso, é até um pouco mais caro do que a média.

A verdadeira escolha não é a do nome, mas da filosofia com a qual você guiará seus negócios. Ou será transparente ou será fake, tanto para mais, como para menos.

E quando isso acontecer, mudamos o nome, mudamos o discurso, mudamos o cliente. E mudamos o orçamento.

Transparência. Essa é a escolha.


Entre para a Equipe de Patrões do Carreirasolo.org para ter conteúdo exclusivo, acesso especial e mentoria online. Clique no botão abaixo para contribuir e receber recompensas exclusivas: