B

 

Uma carreira de sucesso está fortemente atrelada à competência emocional.  A falta de confiança em si mesmo impede que o profissional se destaque, e faz com que ele perca a capacidade de iniciativa e deixe de acreditar em suas ideias e competências.

Segundo a autora Rosabeth Moss Kanter, professora da Harvard Business School, a confiança não é um traço de personalidade, mas a expectativa de um resultado positivo – certificando que todos podemos ser autoconfiantes. Aprenda a acreditar mais em você dando uma olhada no que você não deve fazer:

#1 Faça você mesmo

O trabalho em grupo é importante para que uma ideia dê certo. Se você consegue convencer as pessoas que estão caminhando junto com você de que aquele projeto tem futuro, será muito mais fácil disseminá-lo para outras pessoas ao longo do processo. Querer assumir tudo sozinho pode ser arriscado!

#2 Culpar os outros

A partir do momento em que você se predispõe a entrar num projeto, deve estar ciente de que será responsável pelas glórias, mas também pelas possíveis falhas que ele possa gerar. Pensar na melhor alternativa de como solucionar o problema também faz parte da gestão de uma ideia. E colocar a culpa em outros colaboradores não é, de fato, a melhor alternativa.

#3 Ações autodestrutivas

Não comece uma tarefa ou um projeto já pensando que ele não vai dar certo. Manter os pés no chão e ser realista é bem diferente de ter pensamento negativo.

#4 Ficar na defensiva

Com relação às críticas, vale lembrar que elas estão inseridas no contexto do projeto. Por isso, não leve para o lado pessoal. Permita-se, arrisque-se e, se tiver que se redimir, sempre peça desculpas pelas falhas e não pelo o que você é.

Saber como anda sua equipe pode te motivar e encorajar a encarar novos desafios. O Runrun.it é software de gestão de tarefas que te permite acompanhar exatamente o que cada colaborador está fazendo, criar e priorizar tarefas. Ao final de cada projeto, é possível obter relatórios gerenciais e de desempenho da equipe.